Monthly Archives - Maio 2019

Bem-vindos a 4 horas de … reuniões infernais!!! Isto sim, é Gestão de Tempo! :)

“Reunioes, reuniões e mais reuniões… é uma perda de tempo!” “Esta reunião serve para quê mesmo?” “Nesta empresa reunimos mais do que trabalhamos…” “Adoramos reuniões de 4 horas à sexta-feira à tarde!” Sim, já todos nós ouvimos este tipo de comentários sobre as famosas reuniões! Como diria o Dilbert (in, O Principio de Dilbert, Scott Adams, 1997) sobre a realização de reuniões, em contexto empresarial, “(…) poderá pensar erradamente que as reuniões são um inferno aborrecido e sádico, povoado por parvos de nível galáctico.” Por mais engraçado que seja imaginar este [...]

Ler Mais...

O futuro aceita pessoas

O FUTURO ACEITA PESSOAS!!! É comummente aceite que no futuro próximo as competências associadas a processos de trabalho rotineiro e não diferenciado serão pouco valorizadas pelas organizações. Nos últimos vinte anos esta tendência tem sido notória, embora não se vislumbre o padrão de uma forma concreta. A procura de trabalho associado a estas competências tem até crescido nos últimos anos, nas áreas da restauração, hotelaria, retalho, etc. No entanto, sente-se a dificuldade em recrutar profissionais para estas áreas através dos constantes anúncios de emprego, alguns mesmo, que [...]

Ler Mais...

Como usar os benefícios da inteligência emocional no seu meio laboral?

O que define afinal a inteligência emocional? Como aplicá-la no dia-a-dia e no meio laboral? A inteligência emocional prende-se com a capacidade que temos de compreender e gerir as nossas emoções e obter benefícios pragmáticos no ambiente de trabalho, ou seja, obter uma melhor cooperação entre colaboradores e aproveitar o melhor que cada um possui. Acreditamos que, como seres humanos em constante transformação, podemos ser felizes no meio laboral e não apenas quando deixamos o nosso trabalho ao final do dia. Apenas devemos saber usar [...]

Ler Mais...

O talento na Era do Conhecimento

Um desafio não só para o RH da sua empresa! Na era industrial as pessoas eram geridas como coisas, haviam regras, que tinham de ser cumpridas e se fossem bem sucedidas eram recompensadas, funcionava muito bem “o chicote e a cenoura”. Hoje, vivemos na era do conhecimento, estamos numa época de profunda mudança, as novas gerações querem fazer parte de uma empresa que tenha um propósito maior. O trabalho começa a ser uma extensão da vida pessoal, e o ideal [...]

Ler Mais...